BLOG

Acne na Mulher Adulta

16 jul

Acne na Mulher Adulta

Acne é a manifestação clínica de uma inflamação da unidade pilossebácea. Ocorre, inicialmente, um aumento da produção de sebo e consequente acúmulo de queratina. Isto facilita a proliferação de bactérias, piorando o processo inflamatório local. Com a evolução da inflamação, há a ruptura do folículo e formação da acne (Figura 1).

 

Figura 1: Cadeia de eventos fisiopatológicos da formação da acne.

 

A acne da mulher adulta é uma queixa muito frequente nos consultórios. É caracterizada por comprometer mulheres com mais de 25 anos.  Pode se manifestar como continuação da acne na adolescência ou surgir somente na vida adulta. Apresenta-se com diferentes cenários, desde quadros leves até graves. A acne, em situações crônicas e severas, pode ocasionar dano psicossocial às mulheres afetadas.

 

Fatores de Risco

Tem causa multifatorial e enumeramos abaixo os principais pontos que corroboram para sua formação:

  1. Exposição ao Sol: causa mais oleosidade na pele, aumentando a possibilidade de inflamação.
  2. Estresse: libera no organismo substâncias que propiciam inflamações.
  3. Alimentação: consumo de alimentos de alto índice glicêmico, leite e derivados, whey protein (proteína do leite).
  4. Privação do sono: prejudica o funcionamento de todo o corpo, inclusive na eliminação de toxinas maléficas para a pele.
  5. Tabagismo: o contato da nicotina com a pele causa obstrução das glândulas sebáceas.
  6. Uso de cosméticos: produtos não recomendados para o seu tipo de pele podem aumentar a oleosidade e desencadear as lesões.

 

 

Quadro clínico

Costuma apresentar lesões inflamatórias e/ou retencionais (cravos) que acometem mais o terço inferior da face (queixo e mandíbula), pescoço e colo, mas também podem surgir em todo o rosto (Figura 2). Sua evolução é crônica. Com frequência pigmenta a pele, deixando manchas e cicatrizes. Por isso, não se deve espremer as lesões. Alguns casos requerem investigação com exames laboratoriais e, às vezes, até acompanhamento com ginecologista para introdução de anticoncepcionais.

 

Figura 2: Apresentações da acne na mulher adolescente e adulta

 

Tratamento

O tratamento pode ser feito com medicamentos tópicos, orais e procedimentos de consultório. O dermatologista indicará uma estratégia individualizada, a depender do número de lesões, da presença de infecção, da cronicidade e de fatores pessoais. É importante ressaltar que quanto mais precoce for o tratamento, melhor será o resultado estético, prevenindo cicatrizes e manchas.

 

Para ter uma pele bonita e saudável deve-se instituir uma rotina de cuidados diários com sua pele. No caso da acne, é importante a adoção de medidas que não intensifiquem a oleosidade, como a escolha de um protetor solar adequado para sua pele, cuidado com uso de cosméticos e não compartilhar maquiagens.

 

 

Escrito por Dra Kamila Abtibol Alves

 

 

Referências:

  • https://www.sbd.org.br
  • Bagatin E, Freitas THP, Rivitti-Machado MC, et al. Adult female acne: a guide to clinical practice [published correction appears in An Bras Dermatol. 2019 Mar-Apr;94(2):255. Machado MCR [corrected to Rivitti-Machado MC]]. An Bras Dermatol. 2019;94(1):62-75. doi:10.1590/abd1806-4841.20198203
  • Dreno B, Bagatin E, Blume-Peytavi U, Rocha M, Gollnick H. Female type of adult acne: Physiological and psychological considerations and management. J Dtsch Dermatol Ges. 2018;16(10):1185-1194. doi:10.1111/ddg.13664

 

 

Links relacionados:

Sobre DERMATOLOGIA

Sobre AGENDAR CONSULTA

Sobre OUTRAS ESPECIALIDADES MÉDICAS