BLOG

NOVIDADE – Teleconsulta Médica

24 mar

NOVIDADE – Teleconsulta Médica

 

O Ministério da Saúde, frente a epidemia do Corona vírus, decidiu através da portaria número 467, de 20 de março de 2020, autorizar as consultas médicas por teleconferência, chamadas de Teleconsultas.

Telemedicina são as ações de promoção da saúde através de mecanismos de Telecomunicação. Já existem algumas modalidades da Telemedicina em funcionamento no Brasil, como a Telerradiologia, onde os médicos analisam exames de imagem à distância e emitem os respectivos laudos. Há também a Teleconsultoria e a Teleducação. Entretanto, a consulta de pacientes por médicos por teleconferência ainda não estava liberada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), e vinha sendo alvo de muito debate entre os conselhos de classe, empresários e técnicos das agências reguladoras. Havia a resolução n° 2.227/2018 do CFM que regulamenta a telemedicina, entretanto fora revogada devido inúmeros questionamentos sobre segurança das informações e princípios éticos da profissão.

 

Como funciona?

É bem simples: trata-se de um atendimento por um médico, à distância, através de um mecanismo de telecomunicação. O médico procederá a entrevista, chamada de anamnese, e formulará algumas hipóteses diagnósticas. Para aquelas hipóteses diagnósticas que se fizerem necessárias o exame físico, o médico recomendará uma consulta presencial. Essa é a principal limitação da Teleconsulta. Poderá também indicar a realização de algum exame complementar. Atualmente, a maioria dos laboratórios e clínicas de exames de imagem disponibilizam os resultados de exame pela internet, o que facilita o atendimento a distância.

Outro ponto que limita o atendimento por Telemedicina é a emissão de receitas, laudos e atestados. Muitos medicamentos só podem ser comercializados mediante apresentação de receita. Atualmente, existem maneiras de emitir documentos com assinatura digital, o que possibilitaria a sua emissão de maneira virtual. Porém, esta prática ainda é pouco difundida, gerando pouca aceitação pelas pessoas e estabelecimentos. Alternativamente, esses documentos seriam emitidos da maneira convencional e enviados por ferramentas de entrega (delivery).

 

As Teleconsultas têm vantagens e desvantagens em relação às Consultas Presenciais:

Vantagens: 

  • Maior acesso ao atendimento médico, principalmente em locais distantes;
  • Menor custo operacional;
  • Maior agilidade na resolução de problemas.

Desvantagens:

  • Impossibilidade de realizar exame físico e procedimentos;
  • Constrangimento devido uso de gravações e filmagem.

 

Conclusão

A Telemedicina já é uma realidade e cada vez ocupará um maior espaço na vida das pessoas. Com a tecnologia caminhando a passos largos, passarão a existir cada vez mais acessórios e instrumentos que enriquecerão a Telemedicina. Mas o atendimento presencial jamais perderá sua utilidade, afinal, a medicina é uma ciência de seres humanos.

 

Assista ao video sobre o assunto: