BLOG

Ultrassonografia

04 out

Ultrassonografia

 

Para informações sobre vagas na agenda, valores, tipos de exame ou dúvidas entre em contato pelo telefone (13) 3304-7976, pelo WhatsApp (13) 98857-0411 ou e-mail contato@drexamina.com.br

As ultrassonografias são realizadas na unidade São Vicente. Alguns tipos específicos de ultrassonografia são realizados em clínicas parceiras.

 

Sobre a Ultrassonografia…

 

O Exame Ultrassonografia consiste na Geração de Imagens a partir de uma Frequência Sonora. As ondas de som são produzidas por um Transdutor Posicionado Sobre o Órgão que deseja ser analisado. Então o transdutor Absorve o Eco gerado quando o som encontra as diferentes estruturas do órgão. Estes ecos são interpretados por um computador e Convertido em Imagem.

O médico é capaz de examinar com imagens diversos órgãos no nosso organismo, posicionando o transdutor sobre a pele próxima ao órgão que deseja visibilizar.

 

Está dentre os exames mais populares entre médicos e pacientes. Trata-se de método de diagnóstico por imagem, de Baixo Custo, Rápido, Acessível e Não Invasivo. Por estas qualidades, este é um dos exames mais realizados no mundo.

 

Quais as Limitações do Exame de Ultrassonografia?

 

O exame pode ser prejudicado em pessoas Obesas porque o órgão a ser examinado poderá ficar distante do transdutor, produzindo ecos mais fracos, piorando a qualidade das imagens.

Órgãos Que Contenham “Ar”, como estômago, intestino e pulmões, também não são bem avaliados pela ultrassonografia. Isto ocorre porque o ar não produz “eco”, tornando as estruturas posicionadas posteriormente ao ar invisíveis ao aparelho de ultrassom.

Em que Situações a Ultrassonografia Pode Ser Utilizada?

 

A Ultrassonografia é excelente método para avaliar Órgãos Sólidos.

Na avaliação do Aparelho Digestivo é empregada para avaliar o Fígado, a Vesícula Biliar e o Pâncreas.

Tem precisão na avaliação do Baço, órgão de função hematológica e imunológica.

Dentro da Urologia, é bastante útil na avaliação dos Rins, Próstata, Bexiga, Vesículas Seminais e Testículos.

É usado para diagnósticos de doenças na Tireóide, estruturas superficiais do Tecido Subcutâneo e da Parede Abdominal.

É muito utilizado na Ginecologia e Obstetrícia, na avaliação do Útero, Ovários, Mamas e acompanhamento do Feto nas gestantes.

Na Medicina Cardiovascular, com auxílio da ferramenta “Doppler”, pode estudar as Artérias, as Veias e o próprio Coração.