Inflamações no Pênis – Balanites e Balanopostites - Blog Dr Examina

BLOG

Inflamações no Pênis – Balanites e Balanopostites

10 mar

Inflamações no Pênis – Balanites e Balanopostites

 

Balanite é a inflamação a glande. Quando está associada à inflamação do prepúcio é chamado de balanopostite. A balanopostite é uma doença muito comum nos homens e um dos principais motivos de visitas ao urologista. No estudo do Dr Birley1 correspondeu a 11% dos atendimentos urológicos de sua instituição.

 

É caracterizado por vermelhidão na glande e prepúcio, podendo estar associado a dor, ardência, rachaduras, secreção, ferimentos, ulcerações e descamação. Pode acometer homens de forma recorrente e persistente. Existem muitas causas de balanopostites, cada uma com sua história de surgimento, duração e sintomas associados, podendo ou não estar relacionada a exposição sexual.

 

A balanopostite é mais comum em homens não circuncisados, provavelmente devido a higienização mais precária, a falta de aeração ou por irritação decorrente de acúmulo de esmegma. Condições pré-existentes podem tornar a balanopostite uma situação recorrente, como a candidíase em diabéticos, ou mesmo grave, com febre e bacteremia em homens neutropênicos (que possuem baixo número de neutrófilos, um tipo de glóbulo branco). É considerado que a relação sexual com a glande e o prepúcio inflamados pode ser um meio de facilitação para infecção pelo HIV e outras doenças.

 

Podemos dividir as causas de balanopostites em infecciosas e não infecciosas. Dentre as causas infecciosas, merece um destaque especial a infecção por fungos, amplamente conhecida como Candidíase. É considerada a principal causa de balanopostites, e pode ser adquirida por contato sexual ou espontaneamente. Cerca de 14 a 18%2,3 dos homens portam leveduras no pênis. Parceiras de homens que portavam leveduras em seu genital apresentaram candidíase com maior frequência. O diagnóstico é realizado principalmente pelos achados do exame físico. Pode ser auxiliado com avaliação microscópica de amostra colhida da região afetada. O tratamento consiste em medicamentos tópicos, como cremes antifúngicos, associado ou não a antifúngicos orais. Quando há frequentes recidivas, deve-se rastrear presença de fungos nos parceiros e considerar a realização da postectomia (remoção cirúrgica do prepúcio).

 

Outras causas de balanopostites:

  • Infecção por bactérias anaeróbicas
  • Infecção por bactérias aeróbicas
  • Infecção por micobactérias
  • Infecção por protozoários
  • Infecção por espiroquetas
  • Infecção viral
  • Líquen escleroso e atrófico
  • Pênfigo
  • Balanite de Zoon
  • Eritroplasia de Queyrat
  • Erupções medicamentosas
  • Alergia
  • Agentes irritantes
  • Trauma

 

Escrito por Dr Heleno Diegues Paes

Especialista em Urologia da Clínica Dr Examina

 

Referências:

  1. Birley HDL, Walker MM, Luzzi GA, et al. Clinical features and management of recurrent balanitis; association with atopy and genital washing. Genitourin Med 1993;69: 400-3.
  2. Davidson F. Yeasts and circumcision in the male. BrJf Venereal Dis 1977;53:121-3.
  3. Rodin P, Kolator B. Carriage of yeasts on the penis. BMJ 1976;1:1 123-4. 9 Dockerty WG, S
  4. Edwards S. Balanitis and balanoposthitis: a review. Genitourin Med 1996;72:155-159

 

Saiba mais sobre:

Lesões Genitais no Homem

Hiperplasia Prostática Benigna

Câncer de Próstata

Cálculos Renais

Ardência para urinar

Infecção urinária

O que faz um urologista?